HOME
APRESENTAÇÃO
AGENDA
ESPECTÁCULOS
BONECOS SANTO ALEIXO
ADÁGIO
BIME
ENCONTRO TEATRO IBÉRICO
FORMAÇÃO
LOJA
CONTACTOS
EM CENA BREVEMENTE HISTÓRIA PESQUISA
 
Antes de Começar
ÑAQUE, ou sobre piolhos e actores
SOZINHO
EMBARCAÇÃO DO INFERNO
Bonecos de Santo Aleixo

ÑAQUE, ou sobre piolhos e actores
José Sanchis Sinisterra

 
 
 
 
 
 
 
SINOPSE
 
ÑAQUE foi escrito em 1980, Espanha encontrava-se num processo político que ficou conhecido por “La
transición” que conduziu o país da ditadura franquista ao sistema democrático.
 
“ÑAQUE, ou sobre piolhos e actores”, versão americana de José Sanchis Sinisterra é uma obra divertida que gira em torno da temática da condição do actor, da sua posição na sociedade e desenvolve-se numa relação que este vai construindo com o público. O público inter-relaciona-se com os actores forma parte do espectáculo, a parte primordial para que existam as representações teatrais. O público que, desde o seu lugar, escuta e espera divertir-se com a representação.
 
Arrastando uma velha arca que guarda todo o aparato teatral, Rios e Solano chegam ao “aqui” e “agora” da
representação, procedentes de um longo vagabundear através do espaço e do tempo. Hão-de apresentar perante o público um tosco espectáculo, mas o cansaço, as dúvidas e os temores atrasam, interrompem uma e outra vez a atuação, num diálogo deliberado que os aparenta a Vladimiro e Estragón, os ambíguos clowns de Samuel Beckett.
 
FICHA TÉCNICA
Autor: José Sanchis Sinisterra
Tradução: José Carlos González
Interpretação e Encenação: José Russo e Jorge Baião
Cenografia e Guarda-roupa: Helena Calvet
Desenho Musical: Domingos Galésio
Iluminação: António Rebocho
Construção: Tomé Baixinho e Paulo Carocho
Secretariado: Ana Duarte
Produção: Cláudia Silvano
Fotografia: Paulo Nuno Silva
Comunicação: Alexandra Mariano e José Neto
Design Gráfico: Milideias, Comunicação Visual, Lda
 
Classificação Etária: M/12
Duração: 75 min.

Estreou a 21 de Abril 2016
Teatro Garcia de Resende


Organização: Cendrev – Centro Dramático de Évora
Apoio: Câmara Municipal de Évora

Em digressão 2017:

ABRIL
28 de Abril, às 20h30
Teatro La Fundición de Sevilha
 
MAIO
5 de Maio, às 21h30
Casa do Povo de Lavre (Montemor-o-Novo)
 
28 de Maio, às 16h00
Teatro do Montemuro
 
JULHO
Dia 22 de Julho, às 21h30
Alandroal (local e horário por definir)
 
SETEMBRO
10 de Setembro, às 21h30
Arraiolos (Local e horário por definir)
 
OUTUBRO
6 de Outubro, às 21h30
Teatro das Beiras, Covilhã
 
 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

ANEXOS: Foto Foto1 Foto2 Foto3 Cartaz
 
©2006 - todos os direitos reservados a CENDREV - realizado por: EGODESIGN